• RadarFit

JEJUM INTERMITENTE: MITOS E VERDADES

Jejum intermitente nada mais é do que uma categoria de dieta ou apenas um método de emagrecimento. Muito se debate sobre o jejum intermitente, alguns discordam da validade de que ele seja uma dieta, pois não acarreta nenhuma sugestão de alimentos, além do mais, sabemos que uma dieta deve ser produzida por um profissional da área de nutrição.

Por Daniela Zschaber


Jejum intermitente nada mais é do que uma categoria de dieta ou apenas um método de emagrecimento. Muito se debate sobre o jejum intermitente, alguns discordam da validade de que ele seja uma dieta, pois não acarreta nenhuma sugestão de alimentos, além do mais, sabemos que uma dieta deve ser produzida por um profissional da área de nutrição.

Mas qual a razão de tanta polêmica acerca do jejum intermitente? A resposta é clara: você fica sem comer por algumas horinhas. Mas isso não é perigoso? É aí que está! Um fato bem importante é que você consulte um nutricionista para saber se está apto a realizá-lo, já que os intervalos prolongados entre uma refeição e outra podem trazer certa sensação de fraqueza e desconforto.


Vamos aos mitos e verdades:


“Na hora da quebra de jejum posso comer de tudo.” MITO

O jejum não pressupõe comer de maneira desregulada e não saudável. É importante que na hora de quebrar o jejum você coma de maneira equilibrada, com proteínas, carboidratos e gorduras de maneira balanceada.


“O jejum intermitente reduz o nível de gordura no sangue.” VERDADE

Quando passamos por muito tempo sem comer, o corpo ativa um hormônio capaz de utilizar as gordurinhas localizadas em energia e através dessa ação ocorre a redução de gordura nas correntes sanguíneas.


“Esse método de emagrecimento pode ser realizado sem a ajuda de um profissional.” MITO

Existem algumas restrições, como por exemplo, o jejum intermitente não é indicado para pessoas diabéticas ou hipoglicêmicas. Além do mais não é recomendado iniciar nenhum tipo de dieta sem a ajuda de um profissional da área de nutrição.


“Não posso me exercitar durante a dieta.” MITO

Você pode fazer exercícios físicos sim, mas é imprescindível que você adeque o horário dessas práticas depois de quebrar o jejum, pois se você realizá-las sem uma alimentação adequada, é possível que você sinta fraqueza.


Essas são as 4 perguntas mais frequentes sobre o jejum intermitente. E aí, gostou?


A Equipe RadarFit deseja ver suas mudanças da forma mais saudável possível, sem que isso prejudique sua rotina. A adaptação é fundamental. Não se esqueça de conferir todo tipo de dieta com um nutricionista, ok?

0 visualização
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter
  • LinkedIn - círculo cinza